Edições

Cadernos de Educação de Infância

Ao longo de mais de 25 anos, os Cadernos de Educação de Infância publicaram mais de 1000 artigos, entre práticas, investigações, reflexões e análises muito particulares de especialistas nacionais e internacionais da Educação de Infância.

Entrevistas, artigos científicos, opiniões e muitas notícias sobre o que acontece na educação de infância, enquadradas em edições impressas de grande qualidade gráfica e editorial, de onde se destacam todas as capas, fruto da colaboração gratuita de inúmeros ilustradores, fotógrafos, artistas gráficos, pintores e artistas plásticos em geral, são um precioso fundo para o estudo e compreensão da Educação de Infância em Portugal, ao longo dos últimos 30 anos.

Regulamento para publicação de artigos nos CEI

Se pretende enviar um artigo para analise e publicação nos CEI ou no repositório de conteúdos digitais (brevemente disponíveis neste sitio) envie uma mensagem com o texto anexo para comunicacao@apei.pt.

Consulte artigos publicados e o indíce de cada número.

CEI 4 (Outubro/Dezembro)

Editorial

Maria José Jardim

Tornar Novo o Natal de Sempre
Fernando Micael Pereira

Reflexões Psicanalíticas sobre o Natal
Emílio Salgueiro

Era a avó Emília que me falava de Jesus
Maria Emília Nabuco

A Segurança dos Rituais e  Beleza da Fantasia
Maria Helena Martinho

De (Coração)
Catarina Onofre e Salomé Oliveira

Ele Mora Comigo…
Alberto Caeiro

Entrevista

Teresa Ricou

Recorte

Vera Baptista
Olga Filipe

Modelos Pedagógicos

Os Jardins – Escola João de Deus e a Educação Pré – Escolar  em Portugal
Maria da Luz de Deus Ramos Ponces de Carvalho

Prática Situada

Um dia no Jardim - Escola
Maria de Lourdes Leitão

Prelo

Daqui e Dali

Associado da APEI

Assinante das edições da APEI

Infância na Europa:
Inglês
Português

Receba o Informapei em formato digital

Contactos

Bairro da Liberdade
Lote 9 – Loja 14, Piso 0
1070-023 Lisboa

tel. 213 827 619/20
fax 213 827 621
tlm. 963 142 409

apei@apei.pt

Ver mapa localização


IBAN - PT50003500010001865453089






Apoiada pelo Ministério da Educação (no âmbito de protocolo de cooperação que consigna a afectação de recursos humanos)