Plano de Formação

Destaques Região Norte Região Centro Região LVT Região do Alentejo Região do Algarve Regiões Autónomas Madeira | Açores
DETALHE

inscrição
LVT18
Hiperativo - Ser ou não Ser

Formador

Fernanda Ventura,

Fernanda Ventura, Licenciada em Educação de Infância, Pós Graduada e Especializada em Educação Especial no domínio Cognitivo-motor, Mestranda em Ciências da Educação na área de Formação de adultos. Exerce funções numa Equipa Local de Intervenção Precoce durante 5 anos, atualmente exerce funções como docente de Educação Especial numa Unidade de Multideficiência.

Local

Lisboa

Região

Lisboa e Vale do Tejo

Destinatários

Educadores de infância, professores do 1º CEB e professores de Educação Especial*

Modalidade

Curso

Calendarização

A decorrer 23, 30/03, horário: 9h/13h - 14h/17h30

Nº de Horas

15 presenciais

Registo de Acreditação

ACC - 101455/18

Conteúdos

Conteúdos gerais:
- Enquadramento teórico da PHDA;
- Avaliação da PHDA;
- Intervenção da PHDA (estratégias e técnicas).

Conteúdos específicos:
- Perspectiva histórica da PHDA;
- Conceito de Hiperatividade;
- Características das crianças hiperativas;
- Características, causas e fatores;
- Diagnóstico da PHDA;
- Estratégias e técnicas de intervenção na sala de aula e em contexto familiar.

VALOR A PAGAR: Associados: 22,5€; Não Associados: 52,5€


A certificação da ação está condicionada à obtenção de aproveitamento no curso


* Mais se certifica que, para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico e Professores de Educação Especial.






Associado da APEI

Assinante das edições da APEI

Infância na Europa:
Inglês
Português

Receba o Informapei em formato digital

Contactos

Bairro da Liberdade
Lote 9 – Loja 14, Piso 0
1070-023 Lisboa

tel. 213 827 619/20
fax 213 827 621
tlm. 963 142 409

apei@apei.pt

Ver mapa localização


IBAN - PT50003500010001865453089






Apoiada pelo Ministério da Educação (no âmbito de protocolo de cooperação que consigna a afectação de recursos humanos)