Categoria:

Para Uma Ética Situada

Maria Conceição Moita

Associados:

5€

Não Associados:

10€

Muitas vezes somos interpelados e confrontados por uma situação que nos surge como mais ou menos problemática. Então impõe-se a focalização da atenção, a tomada de consciência do que está em causa, a análise da situação sob todos os pontos de vista e das possíveis consequências do que pode ocorrer a partir de qualquer decisão. Esta análise exige discernimento, ponderação,apelo a valores que podem ser referências fundamentais nessa ponderação e na procura de um modo de agir justo e adequado.
O agir concreto é o próprio momento de resolução da questão ética, mas supõe a construção de um critério que justifique a opção tomada. E quais são os critérios para ajuizar da justeza, adequação e correção da nossa ação?

Sobre a autora:
Maria da Conceição Moita é educadora de infância e sócia nº 72 da Associação de Profissionais de Educação de Infância. Teve uma atividade profissional muito diversificada no âmbito da educação, da gestão e administração educacional, da formação em educação de infância e no trabalho com jovens e populações em risco. Foi professora adjunta da Escola Superior de Educação de Lisboa onde, nos últimos 20 anos, teve responsabilidades no departamento de Educação de Infância e na Área da Sociologia da Educação.